Quinta, 18 Setembro 2014 17:32

Gastronomia em Foco!!! Acompanhe nossas dicas

Avalie este item
(6 votos)

 

Médicos e nutricionistas alertam para risco de consumo excessivo de sementes

 

A ingestão de sementes como a chia, girassol, sésamo ou quinoa está a preocupar médicos e nutricionistas que têm recebido pacientes com problemas causados pelo consumo excessivo destes alimentos, que chegam ao mercado sem controlo de qualidade.

“São produtos vendidos em supermercados”, em casas comerciais sem controlo de qualidade nenhuma, induzindo nas pessoas a ideia de que podem consumir à vontade, que é muito saudável, e que não desencadeia qualquer tipo de situação ou sintomas colaterais, mas isso não corresponde à verdade, disse à agência Lusa o presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, José Cotter.

O médico adiantou que as sementes são utilizadas com o "objetivo principal de estimular o intestino", havendo pessoas que as consomem "indiscriminadamente" e "excessivamente" para esse fim.

Este comportamento pode "originar sintomas de mal-estar", como muita flatulência ou oclusão intestinal (nos casos mais graves) que levam as pessoas ao médico, quando "a solução do problema é reduzirem a sua ingestão", advertiu.

E, segundo especialista, "é muito frequente" aparecerem nas consultas de gastroenterologia doentes com este tipo de sintomas.

Para evitar este risco, o consumo deve ser feito sob orientação médica, uma vez que estes alimentos estão contraindicados em doentes com determinadas patologias, como a doença de Crohn ou perturbações no tubo digestivo.

Para a bastonária da Ordem dos Nutricionista, Alexandra Bento, "o que pode ser verdadeiramente preocupante" é os consumidores acharem que "as sementes são a panaceia dos maus hábitos alimentares".

As sementes sempre foram consumidas e fazem parte do "dia alimentar", como a cevada, a aveia, o arroz ou o trigo, mas o que se está a verificar é que "há novas sementes", como as de abóbora, quinoa, sésamo, trigo-sarraceno ou linhaça, que as pessoas acreditam terem "um valor nutricional acrescido" e consomem-nas em excesso, adiantou.

Alexandra Bento ressalvou que "as sementes são saudáveis" e "importantes para alimentação", porque são ricas em fibras, vitaminas, minerais e outros fitoquímicos, mas não se pode é pensar que vão resolver os problemas alimentares.

"A alimentação saudável é aquela que se pauta pelo equilíbrio, pela variação e pela variedade de alimentos", defendeu, alertando para os perigos das modas na alimentação.

 

O risco desta "nova moda" é a maneira como as sementes estão a ser ingeridas, disse Alexandra Bento, alertando: O consumo pode ser "perigoso e incorreto" se for feito "sem a diluição perfeita, sem a trituração necessária" e de forma exagerada", só porque pensa que é "tremendamente saudável.

 

Por outro lado, defendeu, é preciso acautelar que sejam cumpridas as regras de controlo em termos da legislação.

Como normalmente "as sementes são consumidas cruas ou minimamente processadas", é fundamental acautelar o processo industrial para "evitar a contaminação inicial ou durante o processo de armazenamento e distribuição das sementes", um controlo "muito importante para que não haja risco de micotoxinas [substâncias químicas tóxicas produzidas por fungos].

Mas o consumidor também tem que ter cuidados em casa, como ver os prazos de validade, disse a bastonária, rematando: "as sementes podem estar no dia alimentar com conta peso e medida".

 

 

 

 

 

 

 

 

Suco de cenoura para colesterol alto

 

A cenoura proporciona inúmeros benefícios à saúde, pois é rica em vitaminas e minerais, sendo o seu principal benefício o efeito depurativo e tônico que tem sobre o fígado. Quando o suco de cenoura é tomado pelo menos 3 vezes por semana, ajuda o fígado a eliminar o excesso de bile e de gordura e, quando o nível de gordura é reduzido, o colesterol também reduz.

Além disso, para melhorar o combate contra o colesterol alto é muito importante evitar comer alimentos muito gordurosos ou fritos, assim como alimentos industrializados, pois contêm muita gordura que contribui para o aumento do colesterol ruim. Beber cerca de 2 litros de água por dia e fazer atividade física pelo menos 3 vezes por semana, também ajudam a reduzir o colesterol e a melhorar os efeitos deste suco.

ngredientes

4 cenouras

1 copo de suco de limão

Modo de preparo

Para preparar este remédio caseiro basta bater todos os ingredientes no liquidificador e coar a seguir. Se necessário, adoce com um pouco de stévia.

 

Se beber mais de 5 copos do suco por semana, provavelmente notará que a pele ficará com um tom alaranjado. Mas, não se assuste, são apenas as toxinas sendo eliminadas do seu corpo. Para diminuir esse efeito, basta reduzir a dose ingerida de suco.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O CAROÇO DO ABACATE TEM UM SEGREDO MUITO ESPECIAL – E AGORA VOCÊ VAI SABER QUAL É!

O abacate é uma fruta rica em benefícios para a nossa saúde.

Boa parte das pessoas certamente sabe disso.

 

O que muito pouca gente sabe é que o caroço (ou a semente) de abacate é um tesouro medicinal.

 

E somente o desconhecimento justifica o fato de que se coma o abacate e não se aproveite o caroço.

 

Então você deve estar perguntando: “Mas como eu vou usar o caroço?”

 

Existem várias maneiras e uma delas vamos ensinar adiante.

 

Mas antes vamos mostrar um pouco dos poderes do caroço de abacate.

 

O caroço de abacate é um potente antifúngico e antibiótico natural.

 

Ele combate fungos, como a cândida, além de nos proteger dos efeitos da picada do mosquito que transmite a febre amarela.

 

As propriedades anti-inflamatórias do caroço de abacate ajudam os que sofrem com doenças que atingem as articulações, como artrite e tendinite.

 

Ele também aumenta as defesas do corpo, ou seja, fortalece o sistema imunológico.

 

E alivia diarreias e inflamações no aparelho digestivo, prevenindo a formação de úlceras gástricas.

 

Por possuir atividade termogênica, o caroço de abacate ajuda a eliminar gordura localizada.

Os índios confiam muito no poder curativo do caroço e o utilizam para tratar desde diarreias, dores musculares, furúnculos, transtornos nos rins e fígado até males mais sérios, como catarata, epilepsia e problemas na tireoide.

 

A semente do abacate possui também propriedades anticâncer.

 

Em um estudo publicado na revista Pharmaceutical Biology, os pesquisadores da Universidade de Antioquia, em Medellín, Colômbia, mostraram que o extrato do caroço de abacate  levou células de leucemia a se autodestruir.

 

Em outro estudo, publicado na revista científica Cancer Research, os pesquisadores descobriram que um composto encontrado no extrato de semente de abacate chamado de vocation B foi eficaz contra células de leucemia mieloide aguda.

 

Acabou?

 

Não!

 

Segundo estudo publicado na revista Plant Foods for Human Nutrition, a farinha do caroço de abacate revelou-se capaz de reduzir o mau colesterol e o colesterol total em ratos.

 

Os pesquisadores acreditam que a semente de abacate pode oferecer proteção contra a formação de placa arterial.

 

E isso se deve à fibra dietética encontrada no caroço do abacate, que também pode ajudar a combater a hipertensão e o diabetes.

 

Mas finalmente como usar o caroço de abacate?

 

Como dissemos, há várias formas.

 

Aprenda algumas:

 

EXTRATO

 

INGREDIENTES

 

4 colheres (sopa) do caroço de abacate ralado

 

Meio litro de vinho branco

 

MODO DE PREPARO

 

Coloque quatro colheres (sopa) de caroço de abacate dentro de meio litro de vinho branco.

 

Deixe descansar por sete dias.

 

Tome dois cálices diariamente, à tarde e à noite.

 

Mas não exceda a dose, pois pode provocar irritação gástrica.

 

FARINHA

 

INGREDIENTES

1 caroço de abacate

MODO DE PREPARO

Rale o caroço e coloque-o no sol, coberto por um tecido como voal, para secar.

Depois, bata no liquidificador e passe numa peneira bem fina.

 

Conserve num pote bem fechado, na geladeira, e tome 1 colher (sopa) nas refeições.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alimentos que ajudam a baixar o colesterol ldl:

- Frutas | Frutos
- Legumes | Verduras
- Cereais integrais | Fibras
- Carnes brancas sem pele (ex: frango, peru ...).
- Alimentos ricos em ômega 3 (ex: salmão, atum, sardinhas ...).

 

Em geral os valores de referência do colesterol LDL são os seguintes:
- Colesterol LDL inferior a 100 mg/dl = Valor ideal de colesterol ldl.
- Colesterol LDL de 100 mg/dl a 130 mg/dl = Valor bom ou normal de colesterol ldl.
- Colesterol LDL de 130 mg/dl a 160 mg/dl = Colesterol ldl em excesso, colesterol alto.
- Colesterol LDL de 160 mg/dl a 190 mg/dl = Colesterol ldl muito alto.
- Colesterol LDL superior a 190 mg/dl = Colesterol ldl excessivamente alto (nível extremamente perigoso). 

 

Sobre "sintomas do colesterol ruim", você deve memorizar:
- Ter colesterol ldl alto não produz sintomas e por isso é importante fazer análises ao sangue para saber se o colesterol está alto ou em valores normais.



Sobre colesterol LDL, confira também:
Colesterol LDL (colesterol mau)
Colesterol ldl (valores de referência)

Sobre colesterol HDL, confira também:
Colesterol HDL (colesterol bom)
Sintomas do colesterol hdl baixo
Valores de referência do colesterol hdl

 

Colesterol ldl = Colesterol ruim:


O colesterol ldl é conhecido como o "colesterol mau" ou "colesterol ruim".
O colesterol ldl é conhecido como "colesterol mau" porque quando em excesso é uma substância nociva para a saúde do ser humano. Quando em excesso, o colesterol ldl vai-se acumulando nas paredes das artérias e consequentemente com o passar do tempo a acumulação de tais placas de gordura pode entupir artérias importantes e vitais para o bom funcionamento do organismo humano provocando por exemplo um derrame cerebral (AVC) ou um ataque cardíaco (infarto ou enfarto).

 

 

Colesterol hdl = Colesterol bom:


O colesterol hdl é popularmente conhecido como sendo o "colesterol bom". É conhecido como "colesterol bom" porque é a lipoproteína que ajuda a limpar (remover) o excesso de colesterol que está "colado" nas paredes das artérias. Após remover o colesterol em excesso das artérias (vasos sanguíneos), o colesterol hdl transporta-o de volta para o fígado para que este seja eliminado. +++

 

Fonte: http://blogdocolesterol.blogspot.com.br/2014/01/colesterol-hdl.html 
 
+++
 
MAIS DE 10 RAZÕES PARA VOCÊ CONSUMIR ABACATE TODOS OS DIAS (E 1 RECEITA MUITO ESPECIAL)

 

 

A gordura do abacate é monoinsaturada, ou seja, é benéfica.

 Pode ficar tranquilo.

 O abacate é muito saudável

 Veja o que ele pode fazer:

 

1. Previne doenças cardíacas

 

2. Previne alguns tipos de câncer

 

3. Reduz o colesterol ruim e melhora o bom

 

4. Atrasa o processo de envelhecimento

 

5. Equilibra os hormônios

 

6. Aumenta o metabolismo do corpo

 

7. Aumenta a capacidade de absorver nutrientes solúveis em gorduras de frutas e vegetais, como betacaroteno e luteína.

 

8. Possui propriedades antibacterianas e antifúngicas

9. Contribui para o controle do peso

10. Melhora as funções cerebrais

 

11. Protege o fígado de sobrecargas

 

12. É estimulante e afrodisíaco

 

13. É otima fonte de proteínas

 

14. É excelente para os diabéticos

 

15. Contém luteína, que serve de proteção contra doenças oculares como catarata e degeneração macular, a principal causa de cegueira na velhice.

 

O abacate também oferece nutrientes essenciais, como:

 

· Fibra

 

· Potássio (mais do que o dobro da quantidade encontrada na banana)

 

· Vitamina E

 

· Vitaminas do complexo B

 

· Ácido fólico

 

· Cálcio

 

· Magnésio

 

· Sódio

 

· Ferro

 

· Boro

 

Portanto, procure consumir abacate diariamente.

 

Isso trará grandes benefícios à sua saúde.

 

Agora que você já conhece os benefícios da fruta, aprenda a fazer um delicioso pudim de abacate sem leite de vaca, sem açúcar e sem glúten:

 

INGREDIENTES

 

3 abacates maduros e grandes

 

3 a 6 colheres (sopa) de leite de coco

 

2 colheres (sopa) de mel puro

 

1/4 de xícara de cacau em pó

 

2 colheres (chá) de óleo de coco

 

1 colher (chá) de extrato de baunilha

 

MODO DE PREPARO

 

Adicione todos os ingredientes no liquidificador e bata em velocidade máxima por cerca de um minuto.

 

Quando a mistura tiver homogênea, coloque numa forma e leve para a geladeira.

 

Deixe descansar por meia hora e depois aproveite.

 

É simplesmente delicioso!

 

 

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

São João está chegando e as comidas típicas dessa época do ano são verdadeiras tentações. Quitutes como bolos, milho, canjica, pamonha, amendoim e pé-de-moleque são deliciosos, mas possuem muita gordura e são um risco para pacientes com Diabetes.

“Quem tem Diabetes tipo 2 deve evitar esse tipo de comida, pois 80% dos pacientes também possuem problemas com o aumento de peso e colesterol alto e não devem ingerir gordura”, esclarece a endocrinologista Ana Cláudia Ramalho. A médica sugere o milho e a pipoca como opções para esses casos.

Para pacientes de Diabetes tipo 1 o segredo para curtir as festas juninas sem preocupação é a contagem de carboidratos. “Nesses casos, o excesso deve ser evitado e cada porção deve ser contada. Dessa forma, a dosagem de insulina será feita com relação à quantidade de carboidratos que será ingerida”, explica.

A bomba de insulina é uma grande aliada nesses momentos. “O organismo absorve o açúcar de forma mais lenta com as comidas gordurosas. Então, o paciente pode programar o aparelho para o envio de doses adequadas para comidas gordurosas e assim manter o controle glicêmico”, ressalta Ana Cláudia. Outro produto junino que dever ser evitado pelos diabéticos é o licor, que possui uma grande quantidade de açúcar na sua composição.

Fonte: Tribuna da Bahia

+++

 

O mercado oferece vários tipos de sais, conhecer e escolher as melhores opções pode ser um aliado contra essas patologias. Vamos conhecer os principais tipos de sais:

 

Sal de COZINHA Refinado (NaCl): Composto por 60% de cloreto e 40% de sódio.

 

Sal grosso: Possui a mesma composição do sal de cozinha porém não passa pelo processo de refinamento. É mais utilizado para temperar carnes, principalmente churrasco. Possui também 400mg de sódio para 1g de sal grosso.

 

Sal light: É composto de 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio e por isso é considerado um sal mais saudável, pois o sódio auxilia na retenção de líquidos e o potássio é diurético, havendo assim um equilíbrio. Este produto não é recomendado para pacientes com problemas renais. Cada 1g de sal light possui 197mg de sódio.

 

Sal marinho: Provém também da evaporação da água marinha, entretanto o refinamento é mais grosseiro e por isso os grão são mais irregulares e preserva-se mais a presença dos minerais. 1g de sal marinho possui 420mg de sódio.

 

Sal rosa do Himalaia: É retirado das montanhas do Himalaia onde já houve a presença do mar à milhares de anos. Possui coloração rosa devido a presença de mais de 80 minerais, entre eles, o ferro, potássio, magnésio e cálcio. 1g possui 230mg de sódio.

 

Sal defumado: Este sal é defumado a partir da queima de barris de carvalho usado no envelhecimento de vinhos. É muito requintado e com valor bem elevado. 1g contém 395mg de sódio.

 

Sal líquido: sal dissolvido em água mineral e por ser em forma de spray pode salgar os alimentos de forma mais uniforme auxiliando no menor consumo de sódio. 1ml de sal líquido possui 110mg de sódio.

 

Sal negro: provém da Índia e é um sal vulcânico. Possui enxofre na sua composição o que garante seu sabor sulforoso. 1 g de sal negro = 380 mg de sódio

 

Sal temperado com ervas como manjericão, orégano, alecrim, sálvia, tomilho e salsa. Por ser temperado oferece maior sabor aos alimentos e por isso utiliza-se menor quantidade de sal. Para fazer esse sal pode-se pegar o sal grosso e colocar num processador com as ervas desidratadas.

 

Fonte: www.midiasport.com.br

 

 

 

+++

 

6 benefícios da berinjela para a sua saúde

A berinjela é um alimento rico em vitaminas do complexo B

Principais nutrientes da berinjela

 

Rica em antioxidantes: a berinjela apresenta uma boa atividade antioxidante pela presença do ácido clorogênico, cafeíco e flavonóides que atuam combatendo o envelhecimento celular e protegendo a oxidação das gorduras nas membranas celulares.

Benefícios para o coraçãodevido a presença de fibras solúveis e antioxidantes, existe um controle do colesterol e consequentemente uma melhora do fluxo sanguíneo, prevenindo também o estresse oxidativo.

Perda de peso: 1 xícara de berinjela apresenta em torno de 8% de fibra dietética, sendo uma excelente fonte de fibras, o que por sua vez auxilia na perda de peso e redução do colesterol. Além disso, esse fruto tem a vantagem de conter poucas calorias.

Rica em vitaminas do complexo B: a berinjela é rica em vitaminas B1, B2 e B6 que são essenciais para o funcionamento adequado do sistema nervoso central, para produção de energia, equilíbrio hormonal e função hepática.

Fonte de cálcio, magnésio e potássio: esses minerais são essenciais para o adequado funcionamento do organismo atuando na construção, manutenção dos ossos e melhora da contração muscular.

Pele saudável: a presença de vitamina C é um dos nutrientes que ajudam a manter a pele saudável, macia e hidratada, tendo também função antioxidante. Há outros antioxidantes na berinjela, como a antocianina. Todos esses ajudam a combater o excesso dos radicais livres no organismo, que podem causar envelhecimento precoce e rugas.

Prevenção de diversos tipos de cânceres: a casca da berinjela apresenta um potente antioxidante chamado Nasunin que atua no organismo, estimulando a formação de novos vasos e a melhora do suprimento sanguíneo, o que por sua vez contribui para prevenção de diversos tipos de cânceres.

"É importante salientar que as pesquisas científicas que foram feitas com a berinjela, algumas foram positivas e outras não obtiveram resultados satisfatórios, por isso, você precisa consumi-la com uma dieta saudável." ressalta a nutricionista, especialista em alimentos funcionais, nutrição esportiva e nutrigenômica.

 

 

 O que comer durante o carnaval?

 

Beba bastante líquido ao longo do dia;

Para energia imediata priorize o consumo de alimentos ricos em carboidratos;

Vitaminas e minerais presentes em frutas, verduras, cereais integrais, leites e derivados, são fundamentais para evitar desgastes no organismo ou mesmo o surgimento de doenças;

Intercale bebidas alcoólicas com água;

Atenção aos alimentos vendidos nas ruas, principalmente aqueles expostos ao sol. Cuidado com a higiene e com o armazenamento.

 

O que evitar?

 

Procure evitar o consumo de alimentos de digestão lenta, que são aqueles ricos em gordura, como churrascos, frituras (batata frita, salgadinhos, pastéis), feijoada ebuchada. “Eles podem causar desde falta de ânimo, como má digestão e enjoos”, adverte a nutricionista (Tanara Ferreira – Hapvida)

 

+++

 

10 passos para uma alimentação saudável:

 
1. Aumente e varie o consumo de frutas: legumes e verduras. Elas são ricas em  vitaminas, minerais e fibras. As vitaminas e  minerais colaboram na manutenção e no bom funcionamento do organismo.

2. Coma feijão pelo menos 1 vez ao dia: Varie os tipos de feijões usados e as formas de preparo. Use também outros tipos de leguminosas como soja, grão-de-bico, lentilha, etc.

3. Reduza o consumo de sal:Tire o saleiro da mesa. Evite temperos prontos, alimentos enlatados e embutidos. Use ervas frescas para realçar o sabor. 
4. Reduza o consumo de alimentos gordurosos:Prefira os alimentos cozidos ou assados, leite e iogurte desnatados e queijos brancos.

 

5. Faça pelo menos 4 refeições por dia: Café da manhã, almoço, jantar e os lanches! Não pule as refeições. Para lanche e sobremesa prefira frutas.6. Mantenha o seu peso dentro dos limites saudáveis: veja se seu IMC (Índice de Massa Corpórea) está entre 18,5 a 24,9kg/m2. O IMC mostra se seu peso está adequado para a sua altura.

7. Consuma com moderação alimentos ricos em açúcar: como doces, bolos e biscoitos. Prefira os cereais integrais. 

8. Aprecie sua refeição e coma devagar: Faça de sua refeição um ponto de encontro com a família. Não se alimente assistindo TV ou lendo livros e revistas.

9. Beba água:Muita água! 60% do nosso corpo é formado por água! Portanto, beba em média 2 litros de água (6-8 copos) por dia. Consuma com moderação bebidas alcoólicas e refrigerantes. Prefira sucos de fruta fresca ou polpa congelada.

10. Seja ativo:Acumule pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias. Caminhe pelo seu bairro, suba escadas, jogue bola, dance, enfim, mexa-se!!!  

 

 

Fonte: http://www.santaluzia.com.br/10passosparaumaalimentacaosaudavel

 

 

+++

 

PIZZA SIMPLES

INGREDIENTES 

·         1 copo de leite

·         1/2 copo de óleo

·         1 copo farinha de trigo

·         3 ovos

·         1 colher de café rasa de sal

·         1 colher de sopa de fermento em pó

·         Use o recheio da sua preferência

 

 MODO DE PREPARO 

1.  Nessa mesma ordem bata tudo no liquidificador;

2. Coloque em uma forma untada com manteiga e farinha de trigo; 

3.  Após ter feito isso, jogue por cima dessa massa que fica um pouco líquida os recheios da sua preferência;

4. No recheio pode-se colocar queijo e presunto, tomates e orégano, sardinha, ou mussarela com linguiças cortadinhas; 

5. Use sua criatividade;

6. É uma massa simples e meio líquida;

7. Leve ao forno médio por 20 a 30 minutos.

 Fonte: http://www.tudogostoso.com.br/receita/19516-pizza-simples.html

 

+++ 

Chá de hibisco: a bebida que combate a gordura da barriga e quadris

 Ele ainda controla os níveis de colesterol, pressão arterial e tem ação diurética

chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor chamadaHibiscus Sabdariffa, que não é aquela espécie de hibisco normalmente encontrada nos jardins. Devido a esta planta, a bebida é rica em substâncias antioxidantes como flavonoides e ácidos orgânicos. Estes nutrientes proporcionam diversos efeitos benéficos, entre eles, a ação diurética, impedindo a retenção de líquidos, e a capacidade de evitar o acúmulo de gorduras, principalmente na região da barriga e quadris.  

Este último ocorre porque o chá reduz a adipogênese, processo no qual ocorre a maturação de células pré-adipócitas que se convertem em adipócitos maduros, capazes de acumular gordura no corpo. 

Outros estudos apontam que alguns flavonoides presentes na bebida possuem um efeito cardioprotetor e vasodilatador. Assim, as substâncias ajudam a aumentar o colesterol bom, HDL, diminuir o colesterol ruim, LDL, triglicerídeos e a pressão arterial. 

O cálice da flor utilizado para elaborar o chá de hibisco é rico em vitamina B2 (riboflavina), que auxilia na saúde da pele, ossos e cabelos, e a vitamina B1 (tiamina). Todas vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular. A B1, ainda por cima, tem essa ação principalmente nos neurônios, células que formam nosso cérebro.

O chá ainda possui boas quantidades de ferro, que atua no transporte de oxigênio no organismo e previne problemas como anemia, dor de cabeça e cansaço. A Vitamina A, que conta com um efeito antioxidante e é necessária para a visão, sistema imunológico, pele e saúde óssea, e a vitamina C, que protege o organismo contra a baixa imunidade, doenças cardiovasculares, doenças dos olhos e até envelhecimento da pele, também estão presentes na bebida.  

A bebida conta com diversas substâncias antioxidantes, como os flavonoides, especialmente as antocianinas, que possuem efeito cardioprotetor, vasodilatador e contribuem para evitar o acúmulo de gorduras. 

Outro flavonoide interessante é a quercetina que ajuda a proporcionar uma ação diurética. Os ácidos orgânicos, como os ácidos cítricos, hibístico e málico, também possuem ação antioxidante e estão presentes em boas quantidades no chá de hibisco. 

Benefícios do chá de hibisco

Chá de hibisco tem ação diurética - Foto: Getty ImagesChá de hibisco tem ação diurética

Evita o acúmulo de gordura: Uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia concluiu que o chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese. Este processo consiste na maturação celular no qual as células pré-adipócitas se convertem em adipócitos maduros capazes de acumular gordura no corpo. 

 

Ao diminuir este processo, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e nos quadris. Ainda não está claro qual é a substância presente na bebida que é responsável pelo benefício. Porém, acredita-se que a ação antioxidantes dos flavonoides antocianina e quercetina contribuem para reduzir o depósito de gordura.

 

Outra pesquisa publicada pela Planta Medica, da Society for Medicinal Plant and Natural Product Research, concluiu que o chá age na aldosterona, hormônio secretado pelas suprarrenais que regulam o balanço eletrolítico do organismo favorecendo a ação diurética. Ainda não foram identificados quais os nutrientes que proporcionam o benefício. 

 

Controla o colesterol: Um estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine feito com 53 pacientes portadores de diabetes concluiu que o consumo do chá de hibisco contribui para a diminuição do colesterol ruim, LDL, e aumento do colesterol bom, HDL. A bebida diminuiu o colesterol LDL em 8% e aumentou o HDL em 16,7%. 

 

O mesmo estudo comparou o chá de hibisco com o chá preto e observou que o primeiro é mais eficiente para o combate do colesterol do que o segundo. Isto porque o preto apenas aumentou o HDL, mas diminuiu o LDL. O chá de hibisco é tão interessante para pessoas que possuem problemas com os níveis de colesterol por ser rica em substâncias com ação antioxidante.  

 

Controla a pressão arterial: Um estudo publicado no Journal of Nutrition concluiu que o chá de hibisco ajuda a baixar a pressão arterial. A pesquisa contou com 65 pacientes que tiveram os níveis de pressão arterial reduzidos. Os estudiosos acreditam que alguns flavonoides presentes na bebida proporcionariam este benefício ao diminuir uma enzima que atua sobre a pressão arterial. 

 

Bom para o cérebro: O chá de hibisco conta com boas quantidades de vitaminas B1 e B2. Todas as vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular. A B1, ainda por cima, tem essa ação principalmente nos neurônios, células que formam nosso cérebro. 

 

Quantidade recomendada do chá de hibisco

Chá de hibisco controla o colesterol - Foto: Getty ImagesChá de hibisco controla o colesterol

A orientação é consumir um copo de 200 ml de chá de hibisco. Para cada copo deve ser utilizado de 4 a 6 gramas da flor seca, equivalente a uma colher de chá, ou dois a três pacotinhos de chá.  

Como consumir o chá de hibisco

Caso utilize a flor a granel, procure aquecê-la o mínimo possível para não perder as propriedades. Separe 200 ml de água, deixe ferver e após isso adicione de 4 a 6 gramas, equivalente a uma colher de chá, da flor seca. Mantenha a bebida por três minutos no fogo e após isso ela pode ser consumida. 

 O chá de hibisco possui quantidades do flavonoide antocianina, um poderoso antioxidante, tão relevantes quanto as frutas vermelhas e roxas, como a amora, morango e mirtilo (blue berry). Comparado com outros chás, o de hibisco é rico em vitaminas A e C e em ferro, enquanto o preto e o mate não possuem estes nutrientes. 

Combinando o chá de hibisco

Chá de hibisco + alimentos termogênicos: Pessoas que pretendem emagrecer podem combinar o chá de hibisco com um alimento termogênico. Isto porque o primeiro irá evitar que a gordura se acumule na região do abdômen e quadris enquanto o segundo será capaz de aumentar o gasto energético. Uma boa opção de bebida termogênica é o chá verde. 

Contraindicações

É interessante que gestantes e lactantes evitem o chá de hibisco. Isto porque alguns estudos preliminares apontaram que a bebida possui ação mutagênica, ou seja pode interferir na estrutura dos genes do bebê, trazendo problemas. 

Riscos do consumo excessivo

Por ter ação diurética, o consumo em excesso do chá de hibisco pode fazer com que a pessoa elimine muito eletrólitos, nutrientes essenciais para o funcionamento do organismo composto principalmente por cálcio, potássio, sódio e magnésio. A falta destas substâncias pode levar à desidratação. 

Fontes consultadas: 
Andrea Dario Frias, doutora em ciência da nutrição e Ph.D em nutrição, coordenadora do centro de pesquisas Sanavita. Alexandros Botsaris, clínico geral e fitoterapeuta, presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Fitoterapia. Maria Angélica Fiut, nutricionista e fitoterapeuta, membro do Conselho Diretor da Associação Brasileira de Fitoterapia (ABFIT). 

 

 +++

 

Barreado

Prato típico encontrado nas cidades do Sul, a exemplo de Morretes e Antonina, no estado do Paraná. Trata-se da carne de boi cozida servido em uma panela de barro que é  misturada com farinha de mandioca e banana amassada.

Ingredientes 

2,5 kg de coxão mole

300 g de bacon (em cubos)

2 cebolas (picadas)

5 dentes de alho (picados)

10 g de cominho em pó

3 folhas de louro

200 ml de vinagre de vinho

4 colheres (sopa) de óleo de milho

2 litros de água fervente

sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo

·        Corte a carne em pequenos pedaços;

·        Em um recipiente, junte a carne, o bacon, as cebolas, os dentes de alho, o cominho, o vinagre, o sal e a pimenta. Misture tudo e deixe descansar por uma hora;

·        Em uma panela de barro, coloque o óleo de milho (untando-a);

·        Deixe o óleo ficar bem quente e acrescente na panela, a carne temperada. Mexa bastante durante 5 minutos;

·        Coloque os 2 litros de água fervente;

·        Tampe a panela, se possível barreie a tampa com pirão de farinha de mandioca e deixe cozinhando por 5 horas;

·        Depois das cinco horas, abra, veja se precisa de mais sal e coloque as folhas de louro;

·        Tampe de novo e deixe cozinhar por mais 4 horas.

 

Fonte: http://comidas-tipicas.info/comidas-do-sul.html

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Receita de Acarajé

 Ingredientes:

                                                 

500 g de feijão fradinho cru                          

500 g de cebola

150 g de camarão seco

500 ml de óleo

500 ml de azeite de dendê

2 xícaras de chá de vatapá

1 cebola pequena com casca

Sal a gosto

 

Preparo:

Coloque o feijão quebrado de molho numa vasilha com os 2 litros de água no dia anterior por cerca de 12 horas.

Coloque suas mãos dentro da água com o feijão e esfregue bem com as duas mãos o feijão para retirar a casca.

Continue esfregando e enxaguando quantas vezes for necessária até retirar toda a casca com as pintinhas pretas.

Escorra usando um escorredor de macarrão e reserve.

Coloque o feijão, a cebola e o sal no liquidificador e bata bem até ficar uma massa macia e fina.

Acrescente um pouquinho de água se a massa ficar muito dura e bata até dar o ponto.

Leve a massa à geladeira e deixe descansar por 1 hora.

Bata a massa com uma colher de pau grande até fermentar ficando branquinha e leve.

Leve uma panela ou uma frigideira funda com o azeite de dendê ao fogo médio alto para esquentar.

Forme bolinhos redondos com o auxílio de uma colher de pau e uma colher de sopa e frite os bolinhos até que fiquem bem dourados.

Corte ao meio e recheie com molho de pimenta, vatapá e camarão. Sirva quente.

 

 

 

Suco Detox com água de coco - Bebida também leva morangos e laranja na receita

Hidratar o corpo é fundamental, especialmente no verão. Para isso, os sucos são ótimas opções. Na hora do preparo, escolha ingredientes que dêem energia e ajudem a eliminar as toxinas do corpo, que causam inchaço, problemas de pele e fadiga.

Esta receita refrescante leva vegetais folhosos, como a couve, que promove a saciedade e levam ao melhor funcionamento do intestino, e vitamina C, que contribui para a proteção do organismo.

Ingredientes

  • 2 copos (400 ml) de água de coco
  • 2 folhas de couve sem o talo
  • Suco de 3 laranjas (200 ml)
  • 2 xícaras (chá) de morangos

Modo de preparo

- Coloque metade da água de coco (1 copo) em forminhas de gelo (aproximadamente 12 quadrados de gelo) e leve ao congelador, até que endureça (aproximadamente 1 hora);

- Enquanto isso, no liquidificador, coloque as folhas de couve, o suco de laranja, os morangos e o restante da água de coco. Bata bem, até obter uma mistura homogênea;

- Sirva o suco com as pedras de gelo de água de coco.

Dica: O gelo feito com água de coco pode ser utilizado em outras bebidas, como sucos, chás ou até mesmo na água pura.

Dica número 2

Suco detox refrescante para o verão

Ingredientes ajudam a eliminar toxinas do corpo e ainda aliviam o calor

 

Nos dias de altas temperaturas, a reposição de líquidos, vitaminas e minerais é muito importante para a manutenção da saúde e disposição. Uma boa forma de obter estes benefícios é através dos sucos. Além de saborosos, eles são uma opção refrescante para os meses de verão e rica em propriedades nutricionais que garantem energia e bem-estar.

receita a seguir, além de aliviar o calor, tem propriedades desentoxicantes, ou seja, elimina as toxinas nocivas presentes no corpo que contribuem para o ganho de peso, indisposição, dores de cabeça e outros sintomas indesejados.

Receita de suco refrescante

Ingredientes

  • ½ xícara de abacaxi cortado em cubos
  • 1 cenoura cortada em rodelas
  • ½ maço de hortelã
  • 1 pedaço de gengibre
  • Suco de 1 limão médio

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe e sirva.

Dica: se preferir, substitua o abacaxi por mamão ou caqui

Vamos anotando!!!

Receita de suco detox para desinchar a barriga, aumentar saciedade e emagrecer

Os alimentos que garantem a sensação de saciedade são ideais para quem pretende perder peso rápido e com saúde. Uma boa forma de consumi-los é preparando um suco detox

Suco detox de abacaxi

Ingredientes

  • 120 g de abacaxi em pedaços
  • 20 g de cenoura ralada
  • 1 fatia de gengibre
  • 3 folhas de Hortelã
  • 5 pedras de gelo

Modo de fazer

Bater tudo no liquidificador e servir. Não é necessário adoçar.

 

 

 

Suco de limão para emagrecer

Ingredientes

  • 1 limão espremido 
  • 3 folhas de hortelã
  • 3 folhas de manjericão
  • 2 colheres de açúcar
  • 5 pedras de gelo

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e complete com água até 500 ml. Bata e sirva.

 

Agora vamos as Sopas!!!! Hummmmmm

Sopa é mais eficaz que suco verde para perder peso no inverno

Benefícios da sopa

Em dias frios, nada melhor do que esquentar o corpo com uma sopa natural e que ajuda a emagrecer. Por conter índice glicêmico mais baixo que o de sucos detox, a sopa ainda leva vantagem por evitar os picos de insulina que podem resultar em ainda mais fome e seus ingredientes costumam ser mais ricos em nutrientes com menos calorias.

Aprenda como perder peso durante o inverno de forma saudável

Dicas para dieta com sopas

Se você for apostar em sopas detox para emagrecer, é importante não batê-las no liquidificador. Isso porque comer os pedacinhos de legumes e outros alimentos fará com que você se beneficie mais das fibras, aumentando a sensação de saciedade.

Outra dica é deixar de lado os acompanhamentos, como croutons, torradinhas, pães e queijo ralado. Apesar de parecerem inofencifos, eles podem acabar causando o efeito contrário, transformando sua sopa detox em uma sopa calórica.

Para finalizar, evite as sopas prontas para emagrecer. Alimentos industrializados possuem valores elevados de sódio e gordura trans, aumentando a retenção de líquidos e o inchaço.

Suco detox + sopa?

Se você não se importa em consumir bebidas geladas no frio, uma ótima opção é combinar o suco detox com a sopa, para potencializar o emagrecimento. Começar o dia com o suco detox e reservar as sopas para o jantar é uma boa dica para evitar a monotonia e turbinar ainda mais o processo de limpeza do corpo.

Sopa de cenoura com gengibre

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • 4 cenouras
  • ½ cebola picada
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • ½ pimentão vermelho ou amarelo
  • Sal
  • Gengibre picado

Modo de preparo

Refogue no azeite a cebola, o gengibre e o pimentão. Quando a cebola ficar transparente, coloque a cenoura cortada em rodelas. Misture bem todos os ingredientes e adicione a água. Cozinhe até a cenoura ficar macia e bata no liquidificador até virar um creme.

Dieta Detox, ou dieta desintoxicante, sem dúvida é uma ótima opção para quem deseja emagrecer com saúde. Essa dieta é basicamente composta por um cardápio feito apenas com alimentos naturais, e que possuem um grande poder desintoxicante. Os sucos detox e sopas detox são uns dos principais destaques do cardápio da dieta detox. Eles são feitos com legumes, verduras, frutas, grãos e sementes que contém bastante vitaminas, minerais, fibras, além do grande poder antioxidante.

Com isso conseguimos eliminar as toxinas acumuladas em nosso organismo, conseguindo uma série de benefícios como perder peso, diminuir a retenção de líquidos, melhorar a dificuldade de digestão, mau funcionamento do intestino, insônia, cansaço excessivo, dores de cabeça, falta de concentração e excesso de gases.

Sopas Detox - 10 Receitas para perder peso

Principais ingredientes da sopa Detox:

As sopas detox são feitas apenas com legumes, verduras, grãos, sementes e hortaliças. Com essa mistura conseguimos um alimento rico em nutrientes, vitaminas e minerais, que ajudarão em sua dieta de desintoxicação. As sopas podem ser feitas com vários ingredientes como couve, espinafre, couve-flor, repolho, cenoura, inhame, batata doce, ervilha, tomate, abobrinha, linhaça, lentinha, grão de bico, chia, entre várias outras verduras, legumes, grãos, sementes e hortaliças.

As folhas verdes escuras (couve, espinafre, rúcula…) e os vegetais crucífero (repolho, couve-flor, brócolis..) são bastante importantes na composição das sopas, pois contém uma séries de nutrientes, vitaminas e minerais como vitaminas A e C, cálcio, ferro, magnésio e betacaroteno.

A sopa detox além de ser uma grande aliada no emagrecimento, ainda fica uma delícia se preparada com as combinações certas de ingredientes. Por isso separamos dez opções diferentes de sopas detox para ajudar em sua dieta de desintoxicação:

 

1 – Sopa Detox de Inhame, Cenoura e Feijão-azuki

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de inhame em cubos
  • 2 xícaras (chá) de cenoura em cubos
  • 1 cebola roxa pequena ralada
  • 2 colheres (sopa) de salsa picada
  • Água fervente
  • Sal a gosto e nozes trituradas
  • 3 xícaras (chá) de feijão-azuki cozido
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 ½ dente de alho

Modo de Preparo

1 – Em uma panela funda, aqueço o azeite e refogue o alho e a cebola.

2 – Junte o inhame, a cenoura e a salsa e refogue.

3 – Acrescente a água fervente até cobrir todos os legumes.

4 – Cozinhe até amolecer um pouco os legumes, não cozinhe demais!

5 – Deixe amornar e em seguida bata no liquidificador.

6 – Coloque a mistura novamente na panela, acrescente o sal e deixe aquecer.

7 – Sirva com o feijão-azuki e polvilhe com nozes.

2 – Sopa Detox de Abóbora

Ingredientes

  • ½ abóbora japonesa descascada e picada
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho
  • 1 pedaço de gengibre picado
  • água fervente
  • azeite extravirgem
  • 2 colheres de sopa de óleo
  • 1 colher de chá de sal
  • pimenta do reino

Modo de Preparo

1 – Numa panela funda, aqueça o óleo e refogue o alho e a cebola.

2 – Junte a abóbora picada e refogue mais um pouco. Acrescente o gengibre picado e refogue mais um pouco.

3 – Coloque a água fervente até cobrir todos os ingredientes. Cozinhe até a abóbora começar a desmanchar.

4 – Retire do fogo, espere amornar.

5 – Bata no liquidificador até conseguir uma consistência homogênea.

6 – Coloque a mistura novamente na mesma panela e leve ao fogo para aquecer, cerca de 3 minutos.

7 – Sirva com um fio de azeite.

3 – Sopa Detox de Batata-doce e Lentilha

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de batata-doce em cubos
  • 1 ½ dente de alho amassado
  • 1 cebola pequena ralada
  • 1 abobrinha em cubos
  • 3 xícaras (chá) de lentilha cozida
  • 1 xícara (chá) de salsa picada
  • 1 xícara (chá) de agrião picado
  • 1 colher (chá) de castanha-do-pará picada
  • Água fervente
  • 1 colher (sopa) de azeite extravirgem
  • Sal e cúrcuma a gosto

Modo de Preparo

1 – Aqueça o azeite em uma panela funda. Refogue o alho, a cebola, a abobrinha e a batata-doce.

2 – Acrescente a água fervente até cobrir todo os legumes.

3 – Cozinhe até ficar al dente.

4 – Retire do fogo e deixe amornar.

5 – Bata no liquidificador.

6 – Coloque a mistura de volta na panela, junte a salsa, a lentilha, sal e cúrcuma, deixe aquecer. Acrescente o agrião e polvilhe com a castanha e sirva.

4 – Receita de Sopa de Mandioca e Brócolis

Ingredientes

  • 4 pedaços médios de mandioca
  • 1 brócolis americano pequeno, separado em buquês
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 ½ dente de alho amassado
  • 1 cebola pequena ralada
  • 2 colheres (sopa) de salsa picada
  • Água fervente
  • 1 xícara (chá) de tofu em cubos
  • Sal, pimenta rosa, linhaça triturada e gergelim preto a gosto

Modo de Preparo

1 – Aqueça um pouco do azeite em uma panela funda.

2 – Refogue o alho, a cebola, o brócolis, a mandioca e a salsa.

3 – Acrescente a água fervente até cobrir todos os ingredientes.

4 – Cozinhe até ficar al dente.

5 – Retire do fogo e deixe amornar.

6 – Bata no liquidificador.

7 – Coloque a mistura de volta na panela, adicione o sal e aqueça.

8 – Em uma frigideira aqueça o restante do azeite e grelhe o tofu.

9 – Sirva a sopa com o tofu e polvilhe com pimenta, linhaça e gergelim.

5 – Sopa de Couve, Abóbora e Grão-de-bico

Ingredientes

  • 1 xícara de chá de couve-manteiga em tiras finas
  • 3 xícaras de chá de abóbora em cubos
  • 3 xícaras de chá de chuchu em cubos
  • 1 e ½ dente de alho amassado
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 cebola roxa de tamanho pequeno ralada
  • 3 xícaras de chá de grão-de-bico cozido
  • 1 colher de café de semente de chia triturada
  • 1 colher de chá de amêndoas em lascas
  • Água fervente
  • 1 colher de sopa de ervas finas (alecrim, tomilho, sálvia, manjericão)
  • Sal, pimenta-do-reino e noz-moscada a gosto

Modo de Preparo

1 – Aqueça o azeite em uma panela funda e refogue o alho, a cebola, a abóbora, as ervas e o chuchu.

2 – Junte a água fervente até que cubra todos os legumes, deixe cozinha até ficar al dente (não deixe o legumes ficarem mole demais).

3 – Retire do fogo e deixe amornar.

4 – Bata no liquidificador.

5 – Volte a mistura à panela e acrescente o grão-de-bico, pimenta, sal e noz-moscada. Aqueça um pouco.

6 – Sirva acrescentando a couve, semente de chia e amêndoa.

6 – Sopa de Inhame com Espinafre

Ingredientes

  • 5 inhames médios
  • 1 xícara de chá de espinafre picadinho
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de linhaça dourada
  • 1 colher (café) cubinhos de gengibre
  • 1 colher (café) de sal
  • 1 colher de (chá) de tomilho e alecrim triturados
  • 200 ml água

Modo de Preparo

1 – Refogue a cebola e o alho em uma panela antiaderente.

2 – Acrescente a água, o inhame (sem a casca) e o gengibre.

3 – Deixe cozinhar até inhame ficar bem macio.

4 – Amasse o inhame na própria água de cozimento, com auxílio de um garfo ou espremedor de batatas.

5 – Acrescente o espinafre, acerte o sal e ferva por mais 2 minutos, até as folhas amolecerem.

6 – Coloque a  linhaça e sirva.

7 – Sopa de Inhame, Ervilha e Legumes

Ingredientes

  • 2 inhames médios em cubos
  • 1 xícara (chá) de abobrinha em cubos
  • 1 cebola pequena ralada
  • 2 xícaras (chá) de ervilha fresca (pode ser congelada)
  • 1 ½ dente de alho amassado
  • 2 tomates sem pele em cubos
  • 2 cenouras médias em cubos
  • 2 colheres (sopa) de manjericão fresco
  • Água fervente
  • 2 xícaras (chá) de rúcula picada
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • Pimenta rosa, linhaça triturada e gergelim branco a gosto

Modo de Preparo

1 – Aqueça metade do azeite em uma panela funda. Refogue a cebola e o alho.

2 – Junte o inhame, a cenoura, o tomate, a abobrinha e o manjericão, refogue por mais alguns minutos.

3 – Acrescente a água fervente até cobrir todos os ingredientes.

4 – Cozinhe até ficar al dente (não cozinhe demais).

5 – Retire do fogo e deixe amornar.

6 – Bata no liquidificador.

7 – Na mesma panela, coloque o restante do azeite e refogue a ervilha.

8 – Junte a mistura do liquidificador e acerte o sal. Deixe ferver por 2 minutos.

9 – Sirva com a rúcula e polvilhe com gergelim, pimenta e linhaça.

8 – Sopa Verde Detox

Ingredientes

  • 50g de repolho verde picado
  • 2 folhas de couve-manteiga em tiras finas
  • ½ xícara de chá de salsinha picada
  • 1 colher de sopa de gengibre ralado
  • 100g de brócolis ninja em buquês
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 2 talos de salsão
  • 100g de couve-flor
  • 1 chuchu em cubinhos
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola pequena ralada
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • Água fervente

Modo de Preparo

1 – Refogue em uma panela funda o alho, a cebola, o gengibre e o salsão no óleo de coco.

2 – Junte o repolho, a salsinha, a couve, o brócolis, a couve-flor e o chuchu e cubra com a água fervente.

3 – Cozinhe até ficar aldente (não deixe os legumes ficarem mole demais).

4 – Retire do fogo e deixe esfriar um pouco.

5 – Bata no liquidificador.

6 – Coloque a mistura novamente na panela, acrescente o sal e a pimenta-do-reino e leve ao fogo para esquenter.

7 – Sirva.

9 – Sopa Desintoxicante de Chuchu e Chá verde

Ingredientes

  • 2 litros de chá verde coado
  • 1 chuchu descascado e picado
  • 2 colheres de sopa de farinha de banana verde orgânica
  • 1 colher de café de gengibre ralado
  • 1 e ½ colher de sopa e óleo de coco
  • 1 pires de couve flor picada
  • 1 pires de salsinha picada
  • 1 pires de brócolis picado
  • 1 pires de repolho roxo picado
  • 2 folhas de couve picadas e bem lavadas
  • 1 pires de nabo ralado
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho
  • sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo

1 – Em uma panela funda adicione o óleo de coco e refogue a cebola, o alho e o gengibre.

2 – Junte todos os demais ingredientes, exceto o chá verde. Refogue bem.

3 – Acrescente o chá verde coado e cozinhe por cerca de 20 minutos.

4 – Sirva em seguida.

10 – Sopa Detox Anti-inflamatória

Ingredientes

  • 1 inhame pequeno em cubos
  • 1 cenoura descascada em rodelas
  • 2 xícaras de chá de abóbora japonesa em cubos
  • 1 tomate italiano picado
  • 1 cebola roxa picada
  • 2 dentes de alho amassado
  • 2 colheres de chá de gengibre ralado
  • 1 ramo de alecrim
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Sal a gosto
  • Água fervente

Modo de Preparo

1 – Em uma panela de pressão, refogue no azeite a a cebola e o alho.

2 – Acrescente o o inhame, a abóbora, o tomate e a cenoura, refogue por mais 3 minutos.

3 – Coloque a água fervente até cobrir os ingredientes, cozinhe na pressão por 20 minutos.

4 – Deixe a pressão sair naturalmente e depois espere amornar

5 – Bata no liquidificador.

6 – Coloque a mistura novamente na panela e aqueça por 5 minutos.

7 – Acrescente o alecrim, o gengibre e o sal e deixe cozinhar por mais 2 minutos. Sirva.

004657924
MyMural - Mural de Recados

Maria Anita Guedes

Escritora, Psicoterapeuta e Apresentadora, de Salvador.

Sejam Bem Vindos! O Portal Jorge Guedes é uma porta para o seu Sucesso! Faça parte deste [...]


Veja Mais...