Quarta, 16 Dezembro 2015 21:51

A Conexão Espiritual - Fenômenos

Avalie este item
(3 votos)

A Conexão Espiritual – Fenômenos

Ao longo de boa parte da história da humanidade sempre houve uma distinção entre aqueles que pesquisam a espiritualidade e as pessoas que parecem ter interesse por fenômenos relacionados com a espiritualidade.

Mas, nos últimos anos, este tipo de divisão cada vez está ficando mais tênue.

Não só foram surgindo casos em que os investigadores e cientistas passaram a ter suas próprias experiências, como muitos destes foram percebendo que, de uma maneira ou outra o envolvimento com a espiritualidade no dia-a-dia, modifica o conceito do refutável deixando transparecer o resultado de uma integração direta como o entender e aceitar a conexão corpo, espírito, ação e reação.

Alguns pesquisadores, acreditam que a espiritualidade tal qual a humanidade, se divide em diversos níveis de conduta, cultura, ideias, desejos e níveis vibracional, e estes vínculos em sintonia com a humanidade descontrolada emocionalmente podem ser alguns dos fatores responsáveis inclusive pelas más formações genética e outros distúrbios como: a submissão, a auto-rejeição, as compulsões, o medo, a tendência ao suicídio, aos químicos, aos envolvimentos obsessivos, ao vazio de sentimentos, as mutilações, as atrações física, as causas da pobreza e da miséria, as depressões, a esquizofrenia e as alterações comportamentais sem origem aparentemente definidas e mal interpretadas pela ciência contemporânea.

Nesta coluna, trataremos de maneira aprofundada estas questões, abordando casos vivenciados por alguns investigadores do exterior, como também apresentaremos particularidades de suas próprias experiências com o extra físico.

A espiritualidade voltada para a consciencialização, compreensão, interação e conexão com a humanidade, se auto denomina espiritualidade independente, por não estar ligada as obstinadas conveniências que movimentam as engrenagens da oxidada ética da humanidade.

 

Prof. Dr. Jorge Guedes

004660833

Carolina Pardelinha

psicóloga, de lagos.

grata pela informação que me deu através da sua amiga.muito obrigada. Hoje vamos lá eu [...]


Veja Mais...